PARQUE DO POVO: "PAGUE" PRA ENTRAR, REZE PRA SAIR!

Posted: segunda-feira, 6 de julho de 2015 by Emmanuel do N. Sousa in
0



Ontem (05/07/2015), como dia do encerramento do enfadonho período de 30 dias de festa em Campina Grande, foi mais um dia de 'show' de banda de grande apelo de público, que sempre gera superlotação no acesso ao Parque do Povo, bem como no interior do mesmo! 

Ainda cedo, por volta das 21:30hs, em meio à enxurrada de pessoas que se perfilavam pra entrar no Parque do Povo ontem, tentávamos (eu, minha esposa e duas crianças) sair por uma das três estreitas portas da entrada/saída e me chamou atenção algo que nunca foi questionado: o fechamento da área do Parque, por questões de segurança, tendo pequenos portões para entrada e procedimentos de revista, desfavorece uma saída em massa do local!

Além da desorganização no processo de triagem, com revista e detecção de metais, faltava a figura de alguém da coordenação pra comandar e, até, otimizar aquele momento crítico de acesso ao interior do Parque!

Se houver qualquer 'desmantelo' que gere pânico coletivo, não se sai dali!! Seria uma aglomeração gigantesca em direção aos portões, com empurra-empurra e certamente várias vítimas por pisoteio! 
Sobre ontem, ficamos um tempão tentando sair, esperando uma 'brechinha' no ritmo do fluxo, onde os mesmos três portões estreitos tomados de pessoas no sentido contrário entrando, eram os mesmos destinados à saída!

Daí perguntamos, os Bombeiros botam pra lascar nas vistorias das boates e casas de recepções, e vem a questão: o Parque do Povo tem autorização com base em vistoria nesse caso que envolve grande volume de pessoas em caso de pânico generalizado?!