O Que Esperar de 2012!

Posted: quinta-feira, 22 de dezembro de 2011 by Emmanuel do N. Sousa in
1


Não é de hoje que cismo que os melhores anos, em todos os sentidos, sejam os pares. Pessoalmente, conta um pouco de superstição mas, socialmente, são os períodos coincidentes com os embates políticos.

Estes anos pares, politicamente falando, sempre começam a ser discutidos, geralmente, dois anos antes!

Em 2012 a cidade de Campina Grande estará encerrando o longo período da gestão de Veneziano Vital, começado no longícuo 2005, após vencer uma batalha histórica sobre o grupo tradicionamente dominante no cenário administrativo municipal.

A ascenção do grupo "do Rêgo" ao Executivo campinense pôde promover grandes benefícios à administração local nos primeiros anos de governo, como também, ao longo desse tempo, serviu de braço motor para emplacar os planos políticos familiares, como a eleição de Vital Filho ao senado e de Nilda Gondim à Câmara Federal, assim como a nomeação da primeira dama municipal em cargos de prestígio Estadual e/ou Federal, como atualmente se encontra na Funasa-PB.

Porém, uma gestão exitosa como a do Cabeludo, não foi possível em oito anos apresentar um nome que se colocasse como provável sucessor em uma candidatura à Prefeitura Municipal para as próximas eleições. Ninguém se destacou, assim como ninguém fora preparado para se destacar junto à sociedade nesse período. Nem na Câmara Municipal, tão menos entre seu corpo de assessores.

Apenas no exercício atual, 'vésperas' do pleito, que vem ocorrendo uma predileção junto aos meios midiáticos de promover a Secretária de Saúde, em suas ações institucionais, o que nos leva a crêr que esta pode ser a escolhida para disputar as eleições vindouras com os grupos adversários, já definidos anteriormente.

Vai ser uma disputa entre as ideologias dos grupos representados por representações menores como PTdoB e PCdoB, que apresentarão candidaturas encabeçadas por Fernando Carvalho e Marlene Alves, respectivamente, contra a massificação populista do PMDB e PSDB, com suas candidaturas biônicas, representando os grupos antagônicos da política local. Valendo salientar o surgimento de uma "terceira força" provinda do 'Grupo dos Ribeiro', trazendo a Deputada Daniella Ribeiro na proa, inclusive, liderando as pesquisas de preferência popular já em 2011.

Com os pleiteantes à postos, só nos resta assistir, como eleitores expectadores, às propostas oferecidas por cada um dos novos postulantes, avaliar também o que de melhor já foi oferecido pelos grupos que já ocuparam (ou ocupam) o Palácio do Bispo e, dentro das nossas melhores convicções, escolher aquele que se mostrar mais preparado em termos pessoais e de 'staff' para assumir os destinos administrativos da nossa querida Rainha da Borborema.

E para aqueles que acreditam na profecia mística do Calendário Maia, garanto que essa disputa fará toda a Terra tremer, antes de 21.12.2012... quem viver, verá!