O Preconceito e as Redes Sociais

Posted: sexta-feira, 30 de setembro de 2011 by Emmanuel do N. Sousa in
1

Ao passo em que comemoramos a quebra das barreiras físicas e os obstáculos geográficos mundiais, visto o advento das Redes Sociais e ferramentas afins de uso comum na internet, constatamos também a alarmante disseminação do preconceito humano no Brasil.

Essa prática se intensificou, notadamente, após a adoção das redes sociais de forma massiva pela população brasileira!

Coisas que antes eram tomadas como atitudes isoladas em determinadas regiões, se alastraram e se expandiram através de comunidades no Orkut e, mais tarde, nas 'hashtags' do Twitter...

Criar e/ou participar de grupos racistas e pseudo-nazistas no decadente Orkut estava se tornando uma forma de ‘status’ para jovens mal orientados da nossa sociedade, até que a imprensa notou a propagação e a justiça interveio procurando desarticular essa prática, inclusive chamando a atenção do pais sobre o conteúdo ao qual seus filhos acessavam na ‘internet’.

Através dessas práticas covardes, 'n' pessoas que antes não se sentiam encorajadas a adotar qualquer procedimento discriminatório se sentiram acobertadas por personalidades do meio artístico e, claro, pelos pseu-ídolos construídos a partir de qualquer termo perjorativo ‘viralizado’ na grande rede...

Na minha opinião, divulgar vídeos do tipo “réplica”, onde os incomodados com os mal-tratos respondem de forma agressiva aos insultos recebidos, apenas fará AUMENTAR o sentimento de desgosto, ira, indignação e, claro, da própria discriminação entre brasileiros que, lembremos, também sofrem preconceito lá fora, nos países desenvolvidos!

Não adianta em nada o Brasil se acobertar em Leis preconizando Direitos das ditas ‘minorias’, fomentando atribuições e ditando penalidades, se não há respeitabilidade entre os próprios brasileiros: Não é com imposição legal que obteremos respeito entre nós mesmos.

Como vi outro dia em uma frase ‘viralizada’ no Twitter: “ Tem dias para tudo: Orgulho Gay, Orgulho Negro, Orgulho Hétero... É muito Orgulho, pra pouco Respeito!”

II EJC do Alto Branco (Seminário São João Maria Vianney)

Posted: segunda-feira, 12 de setembro de 2011 by Emmanuel do N. Sousa in
4




Mais uma vez; missão cumprida!

Novamente convidado para distribuir alegria na forma de canções, neste final de semana pude me reabastecer de bons sentimentos na companhia de pessoas excelentes, não somente na equipe da Bandinha, como nos demais grupos de trabalho no II Encontro de Jovens com Cristo do Alto Branco.

É incrível como esse formato do EJC adotado pela Comunidade do Seminário me faz bem!  Mesmo cansado, sem voz, sem pernas e com as pontas dos dedos da mão esquerda temendo em não querer digitar sobre este teclado, interiormente minha alma regozija e transcende ao meu corpo combalido o esforço mínimo necessário para encarar o ‘day after’ que, apesar de vivido diferentemente por cada participante, o sentimento de anestesia espiritual é comum à todos; encontristas ou encontreiros!

Ter podido contribuir com minha “pouca” (hehehe) experiência nesses dois primeiros encontros me fez sentir como se fora um novato.

Fazer novos amigos, rever antigos colegas de EJC que o tempo foi deixando-os de fora dos encontros próximos passados... tudo isso é muito bom!

Não me canso de elogiar o 'upgrade' dado pelo pessoal do Rosário ao EJC! Sempre me criticaram por achar que nosso EJC (Catedral) era engessado... Mas, está aí o excelente ‘layout’ já experimentado por duas edições, amplamente elogiado!

Aliás, tomara que o "Contrato de Parceria Seminário-Rosário" seja estendido por um longo período e que outros ‘cross-overs’ inter-paroquiais possam ser realizados, além dos próximos EJCs!

Que essa nova turma de jovens realmente se encontrem com a fé pregada nesses três dias e depositem suas forças e talentos à serviço da nossa comunidade cristã, ajudando a fortalecer o exército juvenil do Seminário Diocesano São João Maria Vianney.

Um abraço bem forte e um beijo fraterno no coração de cada integrante da Bandinha do II EJC-Seminário.