Começou a Campanha Eleitoral de 2014!

Posted: quarta-feira, 27 de abril de 2011 by Emmanuel do N. Sousa in
0

Eis que a Campanha Eleitoral de 2014 já começou!!
 
O prefeito de Campina Grande Veneziano Vital esperava, ansiosamente, a primeira oportunidade oferecida pelo Governador Ricardo Coutinho para que se instalasse, forçadamente, o clima de animosidade entre ambos.

Chico César, em tom repugnante, declarou na semana passada que Campina Grande não viria um centavo dos recursos estaduais investidos na tradicional festa junina que dura 30 (trinta) longos dias.

A declaração foi amplamente ‘moída’ pelos órgãos de imprensa e pragmaticamente contestada pelas assessorias administrativas do Município, fazendo desse o primeiro motivo de descontentamento da gestão local à estadual.

Alguns dias mais tarde, veio a calhar o agendamento da tão esperada audiência entre o prefeito Veneziano e o governador Ricardo. Soou entre os portais de notícias que Vené desdenhara a agenda e adiaria o encontro.
Porém, ambos se encontraram e trataram, a portas fechadas, assuntos que com certeza ultrapassaram o âmbito institucional.

Até que veio a repercussão sobre a apresentação dos indicativos da Saúde Pública do Município de Campina Grande junto ao Ministério da Saúde, pelo governador Ricardo Coutinho ao Cabeludo!
Pronto! Faltava mais nada!

No dia seguinte todos os secretários municipais já trajavam as armaduras de combate e as rádios e jornais já recebiam os guerreiros da administração municipal contestando os números apresentados, isso já tentando criar um clima de bairrismo por parte do Mago da Capital para com a Rainha da Borborema.

A verdade é que hoje temos no Governo do Estado um gestor administrativo, ao invés de um Governador voltado às práticas ultrapassadas da politicagem viciada. Segundo notamos, vem tentando gerir a Paraíba, desde sua posse, através de medidas administrativas e gerenciais.

Dizer “não” e fazer alertas também faz parte do cotidiano gerencial, ainda mais para quem se mostra preocupado com o Estado como parte de um todo.

Campina Grande já deveria ter sua autonomia financeira em relação a’O Maior São João do Mundo. O evento já deveria ter sido profissionalizado há muito tempo. Mas, nenhum prefeito quis ‘largar a rapadura’ até hoje.

Por conta desse tipo de discussão, todo pequeno Município do Estado também se acha no direito de criar suas próprias festas e angariar junto ao Governo o pagamento da fatura!

Ah, voltando ao assunto, já faz algum tempo que as “Novas Idéias” do prefeito campinense ficaram nos primeiros dois anos de gestão. Os interesses e ambições pessoais e familiares têm falado mais alto!

Seria muito bom se os gestores descessem do palanque quando as discussões envolvessem aplicação de políticas públicas ao bem comum, ao invés de priorizar a política do “pão e circo”.

0 comentários: