Vaticano: L'Osservatore Romano Elogia "The Simpsons"

Posted: sexta-feira, 22 de janeiro de 2010 by Emmanuel do N. Sousa in
2



Inacreditavelmente, fomos surpreendidos com um comentário um tanto quanto inusitado em se tratando de Vaticano.

O períodico local L'Osservatore Romano publicou um artigo no dia 22 de Dezembro último onde disserta sobre a abordagem teológica do desenho norte-americano The Simpsons. E, pasmem, o artigo parabeniza o 20º (vigésimo) aniversário da série televisiva, elogiando a conduta do pensamento filosófico e a visão irreverente da religião proposta por Homer Simpson e Cia.

O artigo, intitulado "As Virtudes de Aristóteles e o donut de Homer" afirma, de forma inusitada, que "Sem Homer Simpson e os outros personagens de pele amarelada, muitos hoje não saberiam rir". E que sua conduta abriu espaço para uma audiência adulta.

Além disso, o autor do artigo propõe a criação de uma "teologia simpsoniana" ante as conversas protagonizadas entre Homer e Deus.

O apelo religioso é comumente utilizado em alguns episódios da série animada americana há mais tempo no ar! Em uma das situações de clemência à intervenção divina, Homer implora "eu não sou normalmente um homem religioso, mas se você estiver aí em cima, me salve...Superman!".

O L'Osservatore Romano conclui seu artigo propondo que a abordagem religiosa na série seria "um espelho da indiferença e das necessidades que o homem moderno sente em relação à fé".

Fonte: G1.com

2 comentários:

  1. J. JUNIOR says:

    Nao costumo criticar nenhuma religiao, ate porque em opiniao propria, "religiao" propriamente dita nao existe; Existem diferentes formas de acreditar e louvar a Deus. Especificamente sobre o texto, nao acredito que uma arte animada tenha influencia sobre o telespectador.

  1. Anônimo says:

    Tenho minhas reservas. Gosto do desenho mas sou contrário ao tom religioso-humorístico, que beira o ridículo. Discordo do "L'Osservatore Romano"; com Deus não se brinca!
    O ser humano ainda não compreende em sua totalidade a dimensão do Criador e a relação com o Onipotente deve ser de respeito e adoração, apenas.
    Peço desculpas ao amigo Emmanuel por expor aqui estas ideias, mas deixar de comentar seria trair a minha própria fé.

    Rau Ferreira
    Blog: História Esperancense
    http://historiaesperancense.blogspot.com