Espírito Patriota... onde?!?! (Republicação)

Posted: quinta-feira, 3 de setembro de 2009 by Emmanuel do N. Sousa in
0


Semana da Pátria... como?!?!? Semana do quê?!?!

É notório o espírito de insatisfação do povo brasileiro quanto às suas comemorações cívicas. O patriotismo que deveria exultar no orgulho pessoal não existe mais!

Parece que os brasileiros cansaram de ‘lutar’ por uma causa considerada perdida.

O Brasil, este país abençoado por Deus, donde repousa a maior concentração de água doce do mundo, a maior reserva florestal – a NOSSA Amazônia em toda a sua biodiversidade, um litoral belíssimo banhado por lindas praias em toda a sua extensão territorial e, obviamente, não se pode esquecer de exaltar o próprio brasileiro.

O brasileiro; povo humilde, alegre e acolhedor.

Porém, esse mesmo brasileiro está perdendo o espírito patriota. O civismo é algo em desuso, quiçá brega!

A nossa História, a saga do povo que luta por um país melhor para suas gerações futuras registra as figuras de grandes homens e valorosas mulheres no decurso dos seus 509 anos.

É para isso que estudamos a História. Para valorizarmos e respeitarmos essa empreitada cívica daqueles que sonhavam com uma sociedade melhor, em um país livre e melhor. Eximido das tiranias e das submissões.

A História não deixa esses homens e mulheres morrerem. Porém, o que está morrendo é o orgulho de ser brasileiro!

Este mesmo país de belezas naturais e de grandes fundações humanas é o mesmo país governado por corruptos e habitado por corruptores. Uma minoria absoluta detém o poder e uma maioria esmagadora se debate em fome, miséria e desamparo social.

A política nacional tratou de enterrar os sentimentos dos nossos heróis pretéritos, que buscavam uma nação livre e igualitária.

Somos reféns desses governantes infames. Esses abutres do poder público!

Estamos na Semana da Pátria.

Próxima segunda-feira, dia 7 de Setembro, comemora-se a Independência do Brasil perante a dominação de Portugal. Em todo o país, aglomeram-se pessoas em volta do Pavilhão Nacional para ouvirem as execuções dos hinos cívicos e se perguntarem o que representa aquilo tudo.

Nesses eventos ‘patrióticos’ muitos vêem, alguns entendem, e poucos respeitam.

Em detrimento aos grandes homens e mulheres que compuseram essa ópera cívica denominada Brasil, devemos, pelo menos, um imenso respeito pelos seus intentos ousados e heróicos.

Portanto, AMEMOS e RESPEITEMOS a nossa Pátria. Ela não tem culpa dos filhos que tem!

0 comentários: