Obra de Arte Polêmica: Superman beija Jesus Cristo

Posted: segunda-feira, 31 de agosto de 2009 by Emmanuel do N. Sousa in
4


Um é o maior ícone religioso da vida real. O outro é o maior ícone entre os heróis do universo da ficção.

Ambos representam a esperança de um mundo melhor, e é neles que se deposita a fé dos habitantes do planeta Terra.

Então!

O artista plástico argentino Mauro Gusman produziu a polêmica imagem do beijo entre os dois maiores homens, um da História e o outro da estória, respectivamente, Jesus Cristo e Superman.

A obra de arte, intitulada " A maior e mais linda e mais heróica história de amor de todos os tempos" está no catálogo da exibição "The Generational: Younger Than Jesus" do "New Museum", em Nova Iorque, que ficou em exposição até o mês de Julho, último, com a proposta de expor obras de 25 artistas plásticos com menos de 33 anos de idade.

Exposta pela primeira vez em 2007, a tela já rendeu tanto protestos quanto prêmios em Buenos Aires.

Analfabeto, eu?!?!

Posted: quarta-feira, 26 de agosto de 2009 by Emmanuel do N. Sousa in
10


Enquanto os brasileiros condenam a personificação indiana representada pelos atores globais, durante o horário nobre, em relação ao tratamento dispensado inter-castas, em uma sociedade repleta de costumes milenares propagados de geração para geração, nós, Campinenses somos, constantemente, subjugados pelos moradores da capital do nosso próprio Estado.

Na ‘soap opera’ da Rede Globo, é apresentada a naturalidade com que uma sociedade dividida em castas promove a discriminação entre os Brâmanes e os Dhalits, por exemplo.

A nível estadual, estamos cansados de ser maltratados pelos vizinhos pessoenses, inflados pelo ego e praticantes de um bairrismo ridículo e estúpido, como se não fôssemos todos paraibanos, igualmente discriminados à nível nacional, como nordestinos que somos.

Como se já não bastasse esse uníssono entorpecimento dos pessoenses tachando-nos de “matutos”, agora fomos agredidos pelo Secretário Estadual de (pasmem!) Cidadania e Justiça Roosevelt Vita que declarou, em entrevista à TV Paraíba, que os moradores de Campina Grande são “analfabetos”.

Em tom de ira e inconformismo, o Secretário respondeu ao protesto de alguns moradores do bairro do Catolé, em Campina Grande, por não concordarem com a instalação de galpões para abrigar presos albergados nas proximidades residenciais.

Além de termos emperrado em desenvolvimento nos últimos vinte anos, por sermos tratados como gado em um curral (eleitoral), agora, somos “ignorantes” aos olhos daqueles que deveriam prover o progresso dos nossos municípios na esfera estadual de governo.

Ante a minha indignação, é preciso, até, que aceitemos tamanho ciúme: a Paraíba só é citada à nível nacional, por conta de Campina Grande!

O simples fato de ser capital e cidade litorânea não promove João Pessoa ao Brasil em nada! O único atrativo turístico da capital é a ridícula prática de nudismo da praia de Tambaba e mais nada!

Enquanto que a Rainha da Borborema é a segunda maior cidade do interior do Nordeste, é pólo tecnológico nacional, está entre as 100 melhores cidades do Brasil para se trabalhar, é um dos cinco maiores PIB do interior do Nordeste, é um dos maiores exportadores de ‘softwares’ através das parcerias implementadas junto a Fundação Parque Tecnológico, além do TecOut Center desenvolvido com o objetivo de aproximar as empresas de tecnologias brasileiras das chinesas, propiciando uma interação entre o Brasil e a China, gerando empregos e fortalecendo o desenvolvimento local.

É unicamente em Campina Grande que a São Paulo Alpargatas produz as sandálias Havaianas, distribuídas para todo país e exportada para todo o mundo!

E nem preciso lembrar que exportamos cultura com O Maior São João do Mundo, que atrai turistas do Brasil inteiro, além da notoriedade de toda mídia nacional, através de um evento consolidado em mais de vinte edições do festejo.

Claro que ainda temos muito a crescer. Mas, esse progresso é gradativo e vem sendo conseguido à duras penas, com muito suor desse povo aguerrido, que fez e faz a História da nossa Campina, Grande por mérito próprio e pela grandeza dos habitantes que de forma impávida a titulou de Capital do Trabalho!

O (vice)CAMPEÃO VOLTOU!!!

Posted: domingo, 23 de agosto de 2009 by Emmanuel do N. Sousa in
1


Como não se emocionar com tamanho show de imagens promovidas pela FOA na transmissão do Grand Premio da Europa de Fórmula 1, no belíssimo circuito de rua da cidade de Valência, na Espanha!

Para os brasileiros que sempre torceram por Barrichello (mais ainda, se revoltaram com o azar que o acompanha), a inconfundível narração de Galvão Bueno à última volta do GP fez os corações baterem bem mais descompassados à cada centímetro do traçado que teimava em “nunca” atingir seus 5000Km até avistarmos a bandeira quadriculada tremulando.

Rubens Barrichello não vencia na Fórmula 1 desde o GP da China, em 2004, quando ainda corria pela equipe Ferrari.

Os últimos anos foram de muita incerteza quanto ao futuro do experiente piloto brasileiro, recordista de participações em 16 anos na categoria.

Porém, quando já o consideravam aposentado do “circo”, eis que a equipe Honda é desintegrada e, em seu lugar, surge a Brawn GP, capitaneada pelo estrategista Ross Brawn de tantos sucessos na equipe Ferrari com Michael Schumacher.

A temporada de 2009 vem oferecendo aos telespectadores brasileiros o retorno do Rubinho talentoso, à bordo de um ótimo carro, a sensação da categoria.

E hoje, 23 de Agosto, o destino quis que ele, o injustiçado e “azarado” Rubens Barrichello, coroando este momento impar em sua carreira, fosse o protagonista de 100ª vitória brasileira na Fórmula 1.

A emoção pessoal nesta conquista se estende, também, aos pilotos de épocas pretéritas como José Carlos Pace, Emerson Fittipaldi, Nelson Piquet, Ayrton Senna, além do contemporâneo Felipe Massa.

Foi uma vitória de todo o Brasil, acostumado a torcer muito pelos pilotos brasileiros, numa modalidade esportiva que faz caber mais de 190 milhões de habitantes dentro de um cockpit na categoria mais glamorosa do automobilismo mundial.

Amanhã, Show do Ministério de Música Católica Restauração

Posted: sexta-feira, 21 de agosto de 2009 by Emmanuel do N. Sousa in
0

AlmaCorsária é Destaque na TV Itararé (C.Grande)

Posted: terça-feira, 18 de agosto de 2009 by Emmanuel do N. Sousa in
6



Nesta segunda-feira, 17 de Agosto, o blog AlmaCorsária foi um dos destaques do ótimo Programa Diversidade exibido pela TV Itararé de Campina Grande.

Na oportunidade, a equipe da emissora, capitaneada pela repórter Amanda Falcão, tomou declarações acerca da origem do blog e das condutas narrativas utilizadas por mim e minhas abordagens textuais.

Foi oportuno, também, a inserção do blog Mix HQ na matéria: página recente onde postamos "podcasts" sobre HQs.

Quem não conseguiu visualizar, acessem a matéria, através do you tube: http://www.youtube.com/watch?v=3p7YVMvwAQI

Agradecimentos: TV Itararé, Amanda Falcão, Charles Dias, Expedito Jr e Adam Bruno.

TV Itararé, Campina Grande: Nossa Cultura no Ar

2012... Será Mesmo o Fim de Tudo???

Posted: domingo, 16 de agosto de 2009 by Emmanuel do N. Sousa in
1


Dentro de mais alguns meses os meios de comunicação, digo, os que profanam a informação especulativa abordarão, em todas as grades de programação, a mítica envolvendo o que o futuro nos aguarda no dia 21 de Dezembro de 2012.

Em diversas culturas ancestrais o ano de 2012 é marcado nos calendários como o 'Armagedom', o 'apocalipse', o 'fim do mundo', 'o juízo final', 'o fim de um ciclo' ou, para os mais otimistas, 'o ano em que esta era terminará e outra, melhor, será iniciada'.

Egípcios, Celtas, Nostradamus e diversos profetas, Chineses e Budistas, WebBots, Cientistas e Religiosos das mais diferentes crenças dizem que o mundo como o conhecemos pode estar com os dias contados.

E não é difícil partirmos para uma comparação das antigas profecias com os últimos acontecimentos contemporâneos aos quais fomos – e ainda somos - meros expectadores passivos.

A teoria que mais infla o imaginário, além da preocupação, inclusive de algumas correntes de cientistas, é a Profecia Maia que prenuncia o final de um ciclo chamado de “Quinto Sol” no ano de 2012 e o início de um “Sexto Sol” a partir daí.

Segundo a teoria, algo absurdamente grande vai acontecer para a humanidade nesta data.
O que seria esse “algo”: Terceira Guerra Mundial, Crise Econômica se transformando em Depressão Econômica Mundial, Cometa, Planeta, Catástrofe, Nova Ordem Mundial? Só Deus sabe!

A civilização Maia ainda é um mistério para estudiosos. Eles desenvolveram uma genial teia de saberes, com destaque para a astronomia, a escrita, as artes e a matemática.

A internet está repleta de sites desenvolvidos especialmente para tratar o assunto. Até documentários produzidos por grandes redes de TV estão disponíveis no formato de vídeos no you tube.
E, como se já não bastasse o clima de tensão que, lentamente, ancora em cada curioso que se atém a pesquisar os prognósticos, o diretor Roland Emmerich estará lançando, em novembro vindouro, o filme “2012” com John Cusack e Danny Glover.

Incontáveis trailers já estão disponíveis na grande rede para promoção do longa que tratará, de forma tensa e catastrófica, nos moldes de “Independence Day” e “O Dia Depois de Amanhã”, a ótica do diretor em relação a teoria Maia que revela que o fim começa com o alinhamento planetário e uma inversão dos pólos da Terra após um grande tsunami. Após isto o caos se instala e o planeta Terra começa a se tornar inabitável.

O filme “2012” é uma aventura épica sobre um cataclismo global que traz o fim do mundo e conta a heróica luta dos seus sobreviventes.

Para quem crê no Genesis, o Apocalipse é o momento antagônico na História da humanidade segundo os copistas do Grande Livro Religioso.

Enfim, a polêmica está lançada e, tomara, que passemos pelo dia 21 de Dezembro de 2012 da mesma forma que passamos pelo dia 31 de Dezembro de 1999. Ou seja, para que acordemos no dia 22, apenas para constatar que nada mais será que um dia após o outro, com uma noite no meio!

O Treze é Maior...

Posted: segunda-feira, 10 de agosto de 2009 by Emmanuel do N. Sousa in
1


Claro que estamos numa consternação danada...

Se dependêssemos só de nós mesmos, como era na segunda partida do segundo turno do Paraibano, tudo teria dado certo.
Mas, infelizmente, dependiamos de um segundo resultado; e o razoável time do Alecrin fez o improvável: perdeu!

Eu tenho muita vergonha da posição que ocupamos no cenário do Futebol Nacional... Que é isso?!?! Série D e, conseguida à mendicância, "comprando" na marra a vaga do Sousa!
Se tivéssemos sido campeões estaduais, eu tenho a impressão de que estaríamos bem mais tranquilos, pois o time do paraibano era um tanto quanto organizado, com boas peças e bem liderado... foi um vacilo o chamado "3 minutos que nos tomou o título".

Mais uma vez lamento o quadro de contratações.. há três anos que não começamos uma disputa com o elenco firmado, sempre vai encaixando os contratados com o campeonato em voga. Trocamos o pneu com o carro andando!

Prefiro me isentar de culpar alguém, ou algum grupo.

Eu perguntaria onde estão os abnegados "colaboradores" do clube que não se organizaram de forma mais eficaz na tentativa de barrar certas barcas furadas contratadas no período de 2007 a 2009...

É preciso que homens com mais desenvoltura assumam a frente do nosso querido Galo da Borborema.

O Campinense Clube tá lá passando vergonha nacional na Série B e os mecenas continuam agindo, enquanto nosso Treze esteve numa situação mais "cômoda" com período de panejamento curto mas, com boas chances de aproveitar a vaga na Série D e não houve postura!
Até parece que estamos à deriva, com os destinos do Alvi-Negro entregue a um grupo de amadores que se prontificaram a dar uma "cara" ao Clube porém, sem dar-lhe uma ALMA.

Nosso clube é um saco vazio: um time de fachada, mas sem conteúdo.
Mas esperemos por dias melhores, aliás, como sempre fazemos! Porque o Treze FC é MAIOR que qualquer diretoria ou qualquer jogador que por aqui passe!

Todos são passageiros, enquanto o Treze é eterno.
Aos torcedores, minha solidadriedade por estarem com Galo, onde o Galo estiver!

Já Estava Demorando!!!

Posted: sexta-feira, 7 de agosto de 2009 by Emmanuel do N. Sousa in
1

Faltava muito pouco para que os ânimos dos ínclitos senadores da República se exaltassem à níveis pessoais e se promovesse uma nova “lavagem de roupas sujas” tal qual tivemos à época do escândalo do Mensalão.

Ontem o Senado Federal patrocinou mais uma disputa entre os senhores de paletó e gravata, representantes da Nação em escala maior; Renan Calheiros (PMDB-AL) e Tasso Jereissati (PSDB-CE) protagonizaram um bate-boca acalorado, repleto de acusações mútuas, numa clara falta de compostura, ética e condução moral sem falar, claro, no desrespeito aos colegas e aos expectadores da sessão (plenário e TV).

Tudo começou com a infeliz presença de um cidadão que, sentado às tribunas de honra (pasmem!) lançava piadas e ironias em direção ao plenário, levando o senador Tasso Jereissati a solicitar da presidência que o mesmo fosse retirado do local.

Com o clima constantemente aquecido entre os senadores tem se precisado de pouco pavio para acender o estopim. Com isso, Renan Calheiros aproveita a “deixa” e, claro, foi um show de impropérios mútuos:

Tasso: "eu pediria que retirassem esse senhor aqui que está fazendo constante manifestação aqui porque não está de acordo com o regimento."

Renan: "a respeito da manifestação do senador Tasso Jereissati. Essas crises acontecem por isso. É a minoria com complexo de maioria, quer expulsar agora um cidadão que está aqui participando da sessão que é uma sessão infelizmente histórica do Senado Federal".

Tasso: "ele não está participando, a tribuna de honra não pode ficar fazendo piada aqui. Me desculpe senador Renan."

Tasso: "senador Renan, não aponte esse dedo sujo pra cima de mim. Não aponte esse dedo sujo pra cima de mim. Estou cansado das suas ameaças."

Renan: "o dedo sujo infelizmente é o de vossa excelência. São os dedos dos jatinhos que o Senado pagou."

Tasso: "pelo menos era com o meu dinheiro, o jato é meu, não é o que o senhor anda dos seus empreiteiros."
Renan: "o dinheiro é seu?"

Tasso: "é meu, é meu, é meu e eu tenho para provar."
(Fora do microfone, Renan chama Tasso de coronel)

Tasso: "eu coronel? Cangaceiro, cangaceiro de terceira categoria".
(Renan fala algo fora do microfone)

Tasso: "repete o que você disse aqui. O decoro parlamentar... repita o que você disse aí."

Renan: "você não é coronel de nada. Me respeite. Você é minoria com complexo de maioria.
Me respeite."

Tasso: "saiba de uma coisa, meu respeito é zero."

Encontro de Quê?!?

Posted: segunda-feira, 3 de agosto de 2009 by Emmanuel do N. Sousa in
3


Essa era a pergunta que muita gente fazia depois que fora lançada a proposta do I EAC da Paróquia da Catedral (C.Grande), três meses atrás.

O Encontro de Adolescentes com Cristo seria uma versão do EJC adaptada para o público alvo na faixa etária de 11 a 13 anos, egressos da Catequese, buscado uma "amarração" entre a Primeira Eucaristia e a Pastoral da Crisma, período este considerado um "limbo" no cenário da nossa Área Pastoral.

Na verdade, apesar de contar com o auxílio dos jovens do EJC, a proposta e as ações do EAC em nada se assemelham ao encontro juvenil. Toda a estrutura foi moldada e voltada a atender a necessidade que o segmento infanto-juvenil exigia.

Inspirado no encontro "Fraternos in Cristus", realizado pela Pastoral do Adolescente do Seminário do Alto Branco, em 2003, o EAC foi realizado neste último final de semana (de 31/07 a 02/08) e contou com a participação de 80 (oitenta) infantes sedentos de curiosidade sobre o que lhes reservava os três dias de retiro.

Claro que não cometerei o impropério de elencar os momentos vividos durante o Encontro. É primaz guardar um certo sigilo fazendo com que se promova o entusiamo dos próximos encontristas.

O final de semana dos adolescentes contou com as surpresas oferecidas por um grupo de casais (ECC) e de jovens (EJC) nutridos da vontade de servir, pela inspiração do Espírito Santo que se prestaram a vencer mais um desafio imposto por Deus.

Diante de um bom tempo de experiência acumulada em encontros pretéritos, tenho a plena certeza de que o objetivo foi atingido, credenciado-nos a realizar os próximos em anos vindouros, fazendo com que a lacuna outrora existente entre a Catequese e a Crisma esteja, definitivamente, preenchida pelo EAC, o Encontro de Adolescentes com Cristo.