Brasil de Hipócritas: Diretos Humanos, só pra Bandidos

Posted: quarta-feira, 15 de julho de 2009 by Emmanuel do N. Sousa in
0


Um cidadão inspirado por ações demoníacas une-se à sua companheira e assassina, à sangue frio, um vizinho e toda sua família... Isso mesmo: TODA UMA FAMÍLIA fora surpreendida durante o sono e chacinada na madrugada do último dia 09 no bairro do Rangel, em João Pessoa, capital da Paraíba.

Foram vitimadas, no total, cinco pessoas, sendo que a esposa assassinada encontrava-se grávida de gêmeos!

Uma antipatia entre os vizinhos teria motivado Carlos José e Edleuza Oliveira a cometerem uma das mais atrozes barbáries já noticiadas pela mídia policial do nosso Estado.

Claro que é comum à qualquer cidadão empreendedor de benfazejas revoltar-se com tamanha crueldade e exigir que a Justiça haja o mais rápido possível punindo severamente os praticantes do barbarismo.

Porém, nesses casos de extremo sentimento de revolta e comoção, alguns indivíduos se exaltam e apetecem à aplicação da antiga Lei de Moisés, o “olho por olho e dente por dente”, numa rara alusão ao espírito vingativo perene do ser humano.

Apesar de tamanha atrocidade, o autor da chacina vem sendo motivo de discussões nos meios jornalísticos e policiais, por conta da falsa hipocrisia existente em todos os níveis sociais desse nosso país, pelo fato do mesmo ter sofrido (pasmem) um espancamento por parte dos policiais que o prenderam.

É impressionante como as coisas são díspares no nosso Brasil!

O cara trucidou toda uma família, decepando e dilacerando três crianças, além dos seus pais e vem os hipócritas falar em “Diretos Humanos”!?!?!?!?

Em um país onde não é possível prover o cidadão com a segurança, direito previsto na Constituição Federal, onde somos expostos à esse tipo de insolência por parte de marginais vis cotidianamente, fica até subentendido que só o cidadão tem o dever de cumprir as Leis.

A crescente marginalidade no nosso país, eu atribuo ao tal aclamado ECA-Estatuto da Criança e do Adolescente, de quinze anos completados esta semana, que acoberta os atos criminosos das crianças, tornando-as inimputáveis até os 18 anos, fazenda-os agir livremente na criminalidade até a idade adulta, onde o caminho já não tem mais volta, sendo o mesmo já homem feito e bandido, facínora, estabelecido na vida do crime.

Analisem os gráficos da crescente da criminalidade nos últimos 15 anos e tirem suas próprias conclusões.

Veja vídeo do espancamento no Presídio do Róger: http://www.youtube.com/watch?v=x0MkxRLfmpI

0 comentários: