O Ridículo da “Lista Fechada”

Posted: quinta-feira, 7 de maio de 2009 by Emmanuel do N. Sousa in
0


Já não bastasse termos de votar consciente e, sempre, este nosso voto não fazer a diferença ante aos que se elegem, eleição após eleição, nos próximos dias o Congresso Nacional poderá por uma imensa pedra sobre nosso direito democrático e constitucional de escolher “nossos” representantes nos cargos legislativos.

Trata-se do polêmico Voto de Legenda, onde o eleitor votará, apenas, na sigla partidária ao qual seu candidato de preferência está filiado. Entretanto, seu voto em nada vale, diretamente, para satisfazer sua vontade em escolhê-lo, uma vez que seu voto será direcionado a atender uma lista de preferências elaboradas pelos caciques dos diversos partidos que componham determinada disputa.

Através dessa tentativa de expurgar nosso direito da livre escolha por meio do voto, em sendo aprovada esta medida de modificação no processo eleitoral, o povo brasileiro não mais terá a liberdade de votar no candidato “A” ou “B”. O eleitor estará contribuindo para eleger os candidatos dispostos em uma lista em que os eleitos atenderão a ordem preferencial que vai desde o principal candidato, até o humilde cidadão detentor do direito de ser votado que, por ventura, decida disputar um mandato eletivo, para quaisquer dos cargos à nível legislativo.

Em se tratando de política brasileira, bem sabemos que esta tal lista se tornará um leilão entre aqueles que queiram se dispor nas primeiras posições dos principais partidos políticos.

Além disso, é o passo que faltava para o determinante processo de perpetuação de determinados senhores nos seus mandatos eletivos.

0 comentários: